Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Atual

Três médicos arguidos após buscas da PJ em hospitais

A Polícia Judiciária, efetuou, esta terça-feira, buscas em centros hospitalares do Porto e de Lisboa e constituiu arguidos três médicos.

CHPorto_1.jpg

 

Em causa está a compra de produtos hemoderivados e plasma humano inativado.

Tratou-se de mais uma fase da operação "O negativo", relacionada com a investigação de fraudes ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), e que levaram, no ano passado, à detenção do ex-presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e do INEM, Luís Cunha Ribeiro, e Lalanda e Castro, ex-presidente da Octapharma em Portugal.

Cerca de 50 inspetores da PJ, três Juízes de Instrução e três Procuradores da República do DCIAP, realizaram buscas em residências, gabinetes de contabilidade, consultórios médicos e centros hospitalares de Lisboa e Porto, com o objetivo de detetar e apreender elementos relacionados com a prática dos factos em investigação.

No decurso das diligências desta terça-feira foram constituídos arguidos três médicos da especialidade da imunohemoterapia com responsabilidades nos concursos em investigação.

 

PUB