A SAD do Sp. Braga apresentou um resultado líquido positivo de 2,78 milhões de euros, na época 2016/17, informou o emblema minhoto. O resultado é 31% superior ao do período homólogo e poderia ter sido ainda superior, sublinha o clube, se parte significativa do encaixe com a venda do jogador Rafa não tivesse sido registado no exercício de 2013/14 (7,15 milhões por 40 por cento do passe, na altura vendidos a um fundo e posteriormente recomprados, antes da transferência do jogador para o Benfica). 

Ao todo, o Sp. Braga encaixou neste período 15,76 milhões com a venda do passe de jogadores, sendo que não estão incluídas nas contas os negócios com João Queirós, Pedro Santos, Rui Fonte, Pedro Neto, Bruno Jordão e Nikola Stojiljkovic.

As contas bracarenses serão apresentadas aos sócios na Assembleia Geral marcada para 20 de outubro.