Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Atual

Portugal está no Mundial 2018. Portugal-Suíça, 2-0

Portugal está no Campeonato do Mundo depois de vencer a Suíça por 2-0 no último jogo do apuramento. Num Estádio da Luz cheio, a equipa de Fernando Santos correspondeu carimbou o apuramento para o quinto mundial consecutivo.

image_content_1041329_20171009121503.jpg

 

Djourou deixou uma prenda em forma de autogolo, André Silva desembrulhou-a. O aniversário é de Fernando Santos (63 anos), mas a festa é de todos os portugueses: a Seleção está no Mundial da Rússia.

A equipa das quinas «vingou» a derrota da ronda inaugural pelos mesmos números e garantiu a vitória no Grupo B graças à diferença de golos. Está assim garantida a décima presença consecutiva numa grande competição, a quinta (seguida) em Mundiais.

Embora nem sempre tenha definido bem no último terço, Portugal fez por merecer o triunfo sobre a formação helvética, que praticamente não incomodou Rui Patrício.

A equipa das quinas teve sempre o jogo aparentemente controlado, ainda que na primeira parte tenha faltado alguma clarividência no último terço, visível sobretudo pela tendência excessiva para os cruzamentos (nomeadamente por Cédric).

Curto para uma seleção que chegou aqui só com vitórias, e que aos 57 minutos já tinha dois golos de desvantagem nesta «final». Mérito também da organização defensiva de Portugal, que aumentou a vantagem no início da segunda parte, por André Silva, a tirar proveito de uma excelente jogada delineada por João Moutinho e Bernardo Silva, porventura os dois melhores jogadores em campo.

Com espaço para a transição, a equipa das quinas até podia ter construído um resultado mais dilatado. Basta pensar no lance em que Cristiano Ronaldo apareceu isolado mas tentou fintar Sommer e perdeu o duelo para o guarda-redes suíço (80m).

O capitão da equipa das quinas não marcou e ficou a um golo de Lewandowski na lista de goleadores do apuramento, mas o mais importante estava garantido: Portugal pode começar a preparar a viagem para a Rússia (e terá estatuto de cabeça de série no sorteio).

 

Fernando Santos: "Só as equipas que jogam muito bem podem ganhar"

10 out, 2017 - 22:05

O seleccionador nacional considera que esta é das melhores gerações de sempre e promete ir ao Mundial "com ambição".
Foto: Paulo Novais/Lusa

Fernando Santos considera que o apuramento directo de Portugal para o Mundial 2018 é indiscutível.

Em conferência de imprensa, esta terça-feira, após a vitória (2-0) sobre a Suíça, que garantiu bilhete para a Rússia, o seleccionador nacional desfez-se em elogios à Federação, aos jogadores e ao público.

"Parabéns aos jogadores, eles é que ganharam. Esta é das melhores equipas de sempre de Portugal", afirmou. "Esta vitória começou a acontecer na organização desta dupla jornada, porque mais a Federação fez um trabalho excelente. Obrigado também à Força Aérea, permitiu tempo de descanso aos jogadores."

Santos agradeceu, ainda, o "apoio fantástico do público português, que mais uma vez fez uma grande demonstração de apoio", destacando o momento, após o apito final, em que público e selecção cantaram em uníssono: "Foi tão bonito o hino no fim, foi lindíssimo. Esta comunhão dos portugueses é brutal. O povo merece tudo."

Houve ainda parabéns à Suíça, pela "fantástica" fase de apuramento: "Desejo que esteja presente na fase final do Campeonato do Mundo."

Controlo emocional e mental

Sobre o jogo propriamente dito, o "Engenheiro" justificou a vitória com um grande jogo. "Jogámos muito bem, só as equipas que jogam muito bem podem ganhar, isso não quer dizer jogar sempre bonito. Jogar bem é marcar golos e não sofrer. Esse tem sido o segredo da selecção portuguesa", frisou. "Sabíamos que era um jogo decisivo, era preciso muita cabeça e muito coração. Fizemos um jogo muito bem conseguido."

Na segunda parte, Portugal apostou no contra-golpe. "Ao intervalo, disse aos jogadores que era importante aproveitar a tendência da Suíça de abrir mais e sabermos sair em ataque rápido. A jogada do segundo golo foi brilhante", destacou o timoneiro das "quinas". "O resultado foi justo. A qualificação de Portugal é justa."

Para o Mundial, fica apenas a promessa de dar luta a todos: "Falta muito tempo até ao próximo ano. Na Rússia vamos sempre com ambição. Não somos favoritos de nada mas temos a confiança necessária para pensar que podemos lutar contra qualquer um e vencer qualquer um."

PUB