Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Atual

Criança salva mãe de violência doméstica

Charlie, de 10 anos, conseguiu impedir que o pai a continuasse a agredir. Katie Baldock, de 38 anos, foi salva por um dos filhos, de 10 anos, depois de ter sido agredida pelo marido Lloyd Holliday, em Kent, Inglaterra. A criança gritou para o pai parar as agressões e acabou por conseguir impedir que este continuasse a agredir a mãe. Depois de sucessivos atos de violência doméstica, o filho do casal, Charlie, de 10 anos, decidiu intervir. Num momento de agressão, a criança tentou afastar a mãe de Lloyd, gritando para o pai parar. Quando Katie Baldock conseguiu ficar sozinha acabou por chamar a polícia e o homem foi detido. "O meu filho salvou-me a vida", desabafa a vítima ao jornal The Sun. A mulher garante que já não era a primeira vez que era vítima de violência doméstica por parte do companheiro. De acordo com o jornal New Notizie, as primeiras agressões aconteceram quando o filho Charlie tinha 12 semanas. "O meu filho estava a chorar e pedi ao Lloyd para me ajudar, mas ele continuou a agredir-me. Eu fiquei coberta de sangue, mas não quis destruir a família e, por isso, acabei por perdoar as agressões", conta a vítima. Em declarações ao jornal italiano, Katie Baldock tentou aguentar o casamento porque a família era "perfeita", com um marido "atraente" e duas crianças "maravilhosas". Mas a vítima disse que o marido sempre mostrou atitudes agressivas. "Houve uma vez em que deixei cair, acidentalmente, os doces dele no cinema e ele acabou por me bater", recorda a mulher. Segundo a imprensa internacional, em dezembro de 2015, o homem, de 47 anos, foi condenado a 18 meses de prisão e condenado a pagar uma multa de cerca de 570 euros. Meses mais tarde, Katie Baldock conheceu o atual companheiro, com quem já tem um filho.

img_757x498$2017_09_25_18_15_48_670981.jpg

PUB