Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Atual

Classe dos professores não pode ser "sacrificada em detrimento de outras"

SNPL está contra recuperação salarial faseada proposta pelo Governo.

índice.jpg

 

Sindicato Nacional dos Professores Licenciados (SNPL) considera “inaceitável” a proposta do Governo em que o recuperação salarial do tempo de serviço congelado dos professores seja feita de forma faseada, prolongada por duas legislaturas.

A justificação dada pelo Executivo é que esta recuperação faseada permitiria a consolidação orçamental. Para o SNPL, a proposta não é justa, uma vez que “a não contagem do tempo de serviço para efeitos de progressão na carreira, que representou a morte jurídica dos professores durante o tempo em que foi aplicada a lei, permitiu ao atual e anteriores governos estabilizar as contas públicas”.

Num comunicado enviado às redações, o SNPL reitera que “não se pode permitir que a classe seja mais uma vez sacrificada em detrimento de outras” e defende o início da recuperação salarial já em 2018, a contagem dos nove anos, quatro meses e dois dias de tempo de serviço congelado, bem como a recuperação salarial em três anos.

Apesar das difíceis negociações, o sindicato está “confiante” que o Governo vá ao encontro das suas reivindicações.

PUB