Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Atual

Cancro da Mama. A prevenção pode estar nas suas mãos

Celebra-se esta segunda-feira o Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama, uma data que serve para alertar para a importância que determinados hábitos diários têm na prevenção e causa da doença.

naom_59f6efbcc68b0.jpg

 

O cancro é uma doença do foro oncológico descrita como uma patologia multifatorial que provoca a proliferação de células de forma anormal e a diminuição da apoptose - termo científico usado para descrever a capacidade de 'suicídio' programado das células, algo que não acontece quando se tem cancro.

Embora a genética seja um dos fatores mais determinantes no aparecimento da doença, o cancro 'familiar' existe (embora seja raro) e a doença é, muitas vezes, causada por hábitos diários tidos como simples e até mesmo inofensivos. Mas não só: a idade, a etnia e as hormonas podem ser outros fatores de peso.

A exposição a agentes cancerígenos durante longos períodos de tempo - como acontece com quem trabalha durante anos na produção de plásticos e enlatados, por exemplo - é um fator de risco para a doença, assim como a má alimentação. Tal como já foi noticiado aqui e aqui, as dietas inflamatórias ricas em gordura são altamente penosas para a saúde e um dos principais trampolins para o aparecimento da doença e para a obesidade, uma outra patologia que pode desencadear o cancro da mama, aumentando o risco em 40%. Sabia que a obesidade pode ser a causa de 13 tipos de cancro?

O consumo elevado de bebidas alcoólicas (duas a cinco bebidas por dia) é também um tremendo fator de risco para a doença, tal como o sedentarismo, um dos comportamentos mais comuns da sociedade atual, mas igualmente dos mais prejudiciais, estando diretamente associado ao ganho de peso e ao aparecimento de doenças de estilo de vida, como a diabetes tipo 2.

Apesar de se tratar de uma doença que afeta mais o sexo feminino (as mulheres são 100 vezes mais propensas a ter cancro da mama), esta é também uma questão masculina e os homens devem prestar a alguns sinais que o corpo - em particular a zona do peito - dá.

 

Como lhe explicámos aqui, perante a proliferação de células de forma anormal e a diminuição da apoptose, um sistema imunitário forte e restabelecido e um organismo saudável é capaz de eliminar mais eficazmente as células defeituosas. Contudo, para que tal aconteça, é fundamental seguir um estilo de vida saudável, com uma alimentação variada e equilibrada (sendo a dieta mediterrânea a mais indicada), a prática regular de exercício físico e um melhor controlo do stress. A prevenção do cancro da mama passa ainda pelo conhecimento do histórico familiar da doença, pela realização de exames de rotina e pelo rastreio da doença.

PUB