Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Atual

Braga na linha da frente do crescimento inclusivo

Ricardo Rio participou, enquanto membro da rede Champion Mayors da OCDE, no lançamento da Agenda de Implementação de Seul, no passado dia 19 de outubro. O autarca, que interveio nesta sessão, integrou este ano a rede lançada em 2016 pela OCDE, que é neste momento liderada pela presidente da Câmara Municipal de Paris, Anne Hidalgo, que coordenou os trabalhos juntamente com o Presidente de Seul, Park Won-Soon.

Captura-de-ecrã-2017-10-23-às-18.05.57.png

 

Ricardo Rio foi um dos 39 líderes de cidades presentes nesta iniciativa, juntamente com autarquias de todo o mundo, como Paris, Dallas, Santa Mónica, Saltillo, Nova Iorque, Hanói, Jacarta, Barcelona, Estocolmo, Tóquio, Otsu ou Teerão, e teve também a oportunidade de apresentar as diferentes iniciativas e políticas quer estão a ser desenvolvidas pelo município português.

Na ocasião, Ricardo Rio referiu que Braga é a terceira cidade do país mas nem sempre esteve na linha da frente na discussão das políticas de cidades nos fóruns internacionais. “Sempre entendi que, apesar de sermos uma cidade pequena dentro dos padrões internacionais, temos também uma palavra a dizer nestes fóruns onde se reúnem os líderes das principais cidades mundiais”, salientou.

O ponto alto foi o lançamento da Agenda de Implementação de Seul, um documento aprovado pelos mais de 50 presidentes de Câmara que fazem parte dos Champion Mayors (além de Braga, Portugal está ainda representado pelos presidentes do Porto, Lisboa e Sintra), que se comprometem deste modo a atacar de frente problemas como a desigualdade crescente e as alterações climáticas, promovendo políticas de crescimento económico sustentável e que protejam as pessoas mais vulneráveis da sociedade, bem como os recursos do planeta. Uma das questões que este documento coloca em evidência é como podem os municípios apoiar as pequenas e médias empresas para promover o crescimento inclusivo na economia local.

Ricardo Rio considera que esta agenda aprovada pelos Champion Mayors “é ambiciosa mas que se insere naquilo que temos vindo a fazer em Braga e que esperamos que seja replicada. Por exemplo, aquilo que estamos a fazer através da InvestBraga e da Startup Braga é algo que está incluído nos objetivos de uma economia mais inclusiva. Outro dos projetos que temos em mente é a criação de um Hub de Inovação Social e que poderá ser muito importante para criar novos mecanismos para ajudar as pessoas a desenvolver projetos relacionados com o crescimento inclusivo. Mas estamos também alinhados nos restantes quatro objetivos políticos da agenda: educação, acesso ao mercado de trabalho, habitação e, por fim, ambiente urbano e serviços públicos”.

A Agenda de Implementação de Seul concentra-se em políticas centradas nas pessoas, reconhece que as políticas climáticas não devem apenas ajudar a transição para um futuro com baixas emissões de carbono – elas devem também garantir que essa transição seja “justa”. Isso significa proteger os mais vulneráveis, que sofrem desproporcionalmente destas alterações climáticas. Neste documento lê-se, também, que o objetivo das cidades é ajudar a garantir que as empresas contribuem para este crescimento inclusivo e que todas as pessoas beneficiem do crescimento económico. Esta agenda prossegue os esforços do Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU e dos Acordos Climáticos de Paris.

A agenda pode ser consultada em: http://www.oecd-inclusive.com/champion-mayors-doc/seoul-implementation-agenda.pdf.

O site dos Champion Mayors foi também lançado em Seul com o endereço: http://www.oecd-inclusive.com/champion-mayors.

PUB