Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Atual

Bracarenses arrancam fase de grupos da Liga Europa com o Hoffenheim

O Sp. Braga vai estrear-se frente ao adversário mais complicado no grupo C – que integra também o Basaksehir e o Ludogorets -, uma vez que o Hoffenheim é a grande sensação do início de época na Alemanha, ocupando o segundo lugar do campeonato, em igualdade com o líder Borussia Dortmund.

A equipa minhota, que ocupa apenas a 10.ª posição na Liga portuguesa, vai visitar um estádio onde há apenas cinco dias o ‘todo-poderoso’ Bayern Munique, ‘crónico’ campeão alemão e uma das equipas mais fortes da Europa, foi batido por 2-0.

braga_le.artigo.jpg

 

 

 

Abel Ferreira «Coragem, audácia e inteligência»

Abel Ferreira acredita que o Sp. Braga pode «fazer mossa» ao Hoffenheim no arranque da fase de grupos da Liga Europa, marcado para esta quinta-feira na Pedreira. 

 

Na antevisão a esta partida, o técnico bracarense mostrou confiança, mas disse que o Sp. Braga tem de «ter coragem, audácia e inteligência»: «Em vários momentos de jogo teremos de juntar e defender, mas estar sempre com os olhos postos na baliza adversária. Os jogadores sabem o que têm de fazer. Estamos preparados para desafiar um adversário que vem da Champions e que é o atual segundo classificado da Bundesliga.»

 

«A sua força é o jogo coletivo, é o mesmo treinador há mais de um ano. Conheço muito bem o clube. Trata-se de um grande obstáculo e um grande desafio para nos pudermos superar. Sabemos das dificuldades, mas vamos à procura de fazer mossa no nosso adversário», acrescentou.

 

Nesse sentido, Abel Ferreira referiu que este jogo será também um teste para a equipa bracarense: «Normalmente, os nossos adversários olham para o Sp. Braga como equipa grande. Amanhã será diferente, vamos ser testados. Vamos estar menos tempo com bola e temos de estar preparados para isso. Sabemos da valia do nosso adversário, mas queremos um bom resultado.»

 

O objetivo na Liga Europa é passar a fase de grupos e, para isso, dado o elevado número de jogos, o treinador admitiu rodar a equipa: «Há jogos em que temos só dois dias para recuperar, como será o próximo, e queremos mostrar que contamos com todos. A estrela é a equipa e o estatuto é o rendimento. Até agora cumprimos com todos os objetivos que nos propusemos.»

 

«Temos o objetivo de passar à fase seguinte, sabemos que é difícil. Temos um grande leque de jogadores e estamos a construir uma equipa competitiva, que vai melhorar a cada jogo que passa», sublinhou.

 

PUB