Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Atual

Ataque com balde-bomba no metro de Londres fere mais de 20 passageiros

Uma explosão no metro de Londres causou ferimentos em pelo menos 22 pessoas, esta sexta-feira de manhã. Caso está a ser "tratado como um ato terrorista".

ng8795443.jpg

 

 

A Polícia Metropolitana de Londres confirmou que a explosão numa carruagem de metro na estação de Parsons Green, em Londres, foi considerada como "um incidente terrorista". A explosão, que causou "bolas de fogo", foi causada por um engenho de fabrico artesanal, uma espécie de "balde-bomba", segundo explicou o chefe da unidade antiterrorista da Scotland Yard, Mark Rwoley.

As chamas deflagraram, às 08.21 horas (mesma hora em Portugal continental), num balde de plástico depois de se ter sentido uma explosão, no interior de um comboio com capacidade para transportar 865 passageiros. Pelo menos 22 pessoas ficaram feridas.

As autoridades estão já a analisar as imagens que foram captadas pelas câmaras de segurança.

Pelo menos dois jornais britânicos estão a noticiar, sem citar fontes, que a polícia está no local a tentar desarmar um segundo engenho. Uma informação não confirmada pela polícia.

O Governo britânico anunciou, para esta tarde, a presença da primeira-ministra, Theresa May, na reunião do gabinete de resposta a emergências, o COBRA. "Os meus pensamentos estão com as pessoas feridas em Parsons Green e com os serviços de emergência que respondem a este ato terrorista", declarou May.

O "mayor" de Londres, Sadiq Khan, confirmou que vai estar presente na reunião do COBRA e condenou o ataque.

"A nossa cidade condena veementemente os odiosos indivíduos que tentam usar o terror para nos ferir e destruir o nosso modo de vida", escreveu Sadiq Khan, em comunicado. "Esta cidade já provou, vezes sem conta, que não será nunca intimidada ou derrotada pelo terrorismo", acrescentou.

Trump reagiu de forma truculenta, com críticas aparentes à polícia britânica, dizendo que as autoridades "têm de ser mais duras com os falhados dos terroristas."

No Twitter, uma utilizadora contou que "há vários feridos" na sequência da fuga das pessoas após a explosão. "Muitas pessoas pisadas", acrescentou.

Segundo um jornalista da BBC, há relatos de "uma bola de fogo que caiu pela carruagem dentro". De acordo com alguns utilizadores, "há pessoas com queimaduras", especialmente "faciais".

"Creio que estavam feridos pelo artefacto ou por uma coisa parecida", disse aos jornalistas Richar Aymler-Hall, um homem de 53 anos que viajava no comboio afetado.

O Serviço de Ambulâncias de Londres informou, em comunicado, que transportou 18 pessoas com ferimentos a vários hospitais de Londres. "Nenhum aparenta ferimentos graves", lê-se no texto.

"Podemos confirmar que transportamos 18 feridos para o hospital, na sequência do incidente na estação subterrânea de Parsons Green", disse Natasha Wills, vice-diretora de Operações do Serviço de Ambulâncias de Londres.

PUB