Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Atual

Árbitros dão 20 dias aos clubes para acabarem com clima de suspeição

Os árbitros da primeira categoria anunciaram, esta quinta-feira de madrugada, que vão entregar pedidos de dispensa dos jogos, respeitando o prazo regulamentar, o que viabiliza a realização de jogos de futebol durante os próximos 20 dias.

pedro-proenca-514.jpg

 

Este é o período dado pelos árbitros aos clubes e demais agentes desportivos para acabarem com todas as insinuações que "coloquem em causa a honra e o bom nome". Caso este pressuposto não se verifique, "a ausência dos árbitros nas competições profissionais será efetiva", escreve a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) em comunicado emitido após uma reunião realizada na última noite em Fátima.

O texto especifica mesmo que não podem ser utilizadas expressões como "polvo, padre, diácono ou apito dourado", as quais têm sido utilizadas sobretudo na troca de acusações entre F. C. Porto, Benfica e Sporting. Também não vão tolerar acusações de erros propositados, de prejudicarem sempre o mesmo clube ou referências diretas ou indiretas a "qualquer ato não provado de corrupção".

Durante estes 20 dias, os árbitros vão exigir reuniões com o presidente da Liga, em que estarão presentes a APAF e cinco juízes da primeira categoria, no sentido de alterar os regulamentos, visando o reforço da punição "de quem não cumpre as normas éticas e disciplinares", seguindo aquilo que já norma na UEFA.

Estas alterações deverão ser aprovadas pela direção da Liga neste período de 20 dias e posteriormente submetidos à Assembleia-Geral da Liga até ao final do ano.

Para monitorizar as declarações públicas dos agentes desportivos na comunicação social, a APAF vai criar um gabinete jurídico, que responsabilizará civil e criminalmente "toda e qualquer pessoa que coloque em causa a honra e o bom nome de qualquer agente da arbitragem".

O período de 20 dias abrange as três próximas jornadas da Liga e Liga Pro, incluindo o clássico entre F. C. Porto e o Benfica, marcado para um de dezembro, no Dragão.

PUB