Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mais Atual

Queda fatal para José Lima o jornalista do Diário do Minho

José Lima, condutor do carro que caiu ao rio Cávado, na noite de quarta-feira, morreu após despiste, na barragem da Caniçada, na freguesia de Ventosa, em Vieira do Minho.

image.jpeg

A vítima era jornalista no "Diário do Minho". Corpo de condutor retirado das águas em Vieira do Minho? Remoção do cadáver por parte dos Bombeiros aconteceu na madrugada de quinta-feira. O veículo foi localizado a cerca de dez metros de profundidade e três equipas de mergulhadores, operacionais dos Bombeiros de Vieira do Minho e militares da GNR participaram nas operações de busca pelo condutor do veículo.

 

A GNR de Braga está a investigar as circunstâncias em que ocorreu o despiste de um automóvel para o rio Cávado, na quarta-feira à noite, e que vitimou um jornalista de Braga.

José Carlos Lima, de 44 anos, casado, natural de Viana do Castelo, residente em Braga, era o único ocupante do veículo. Redator do Diário do Minho, seguia sozinho num Peugeot 307, que se despistou no fim da descida da Estrada Nacional 304, antes de entrar na Ponte de Rio Caldo, ainda no lado da freguesia de Ventosa, em Vieira do Minho, e caiu na Albufeira da Caniçada.

O Núcleo de Investigação Criminal em Acidentes de Viação (NICAV) do Destacamento de Trânsito da GNR de Braga compareceu desde a primeira hora no local. Depois de ter visto o cadáver da vítima, a Guarda irá fazer a peritagem ao automóvel, que foi retirado das águas através da Marina de Rio Caldo, numa operação que terminou depois das três horas da madrugada desta quinta-feira.

A autópsia será realizada, esta quinta-feira, no Gabinete Médico-Legal do Cávado, em Braga, para onde foi levado o corpo de José Carlos Lima, pelos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho.

 

Para o local do acidente deslocaram-se bastantes meios, dos Bombeiros de Vieira do Minho, Taipas, Famalicenses e Barcelos, tendo estado no local a 2ª comandante distrital da Proteção Civil, Marinha Esteves, enquanto as operações eram dirigidas pelo comandante António Macedo, de Vieira do Minho.

Os presidentes das Câmaras Municipais de Vieira do Minho, António Cardoso, e de Terras de Bouro, Luís Teixeira, deslocaram-se ao teatro de operações, para inteirar-se da situação.

 

PUB

Rapariga de 13 anos violada autorizada a abortar aos oito meses de gravidez

O Supremo Tribunal da Índia decidiu autorizar uma rapariga de 13 anos que tinha sido violada, e que engravidou na sequência disso, a abortar aos oito meses de gestação. O tribunal entendeu que se tivesse o filho, tal seria muito traumático para ela.

shutterstock_243273622-800x450.jpg

 

Neste caso em concreto – e segundo avançam as notícias com base na Agence France Presse – a adolescente tinha sido violada por um colega do pai e só às 27 semanas de gravidez é que foi ao médico, muito para lá do limite legal estabelecido pela lei, e que é de 20 semanas. Convocados de urgência, os pais apresentaram-se diante do Supremo Tribunal em defesa da filha, levando à detenção do violador.

Esta decisão chega num país que só permite a interrupção da gravidez em circunstâncias em que a vida da mãe ou da criança estejam em perigo (até ao já referido limite das 20 semanas), mas muitos tribunais pronunciaram-se recentemente sobre múltiplos casos de jovens mulheres violadas, sublinhando que elas levam muito tempo a conseguir ter a coragem de assumir que estão grávidas. Muitas fazem-no já depois do limite temporal estabelecido pela lei.

No final de julho, esta mesma instância tinha recusado a possibilidade de uma menina de 10 anos, violada pelo tio e também grávida de oito meses, poder fazer uma interrupção da gravidez. Na ocasião, o tribunal deliberou com base nos testemunhos dos médicos que garantiam que, caso fizesse aborto, poderia morrer.

O número de pedidos desta natureza tem aumentado nos últimos meses, levando as associações dos direitos das mulheres naquele território a reclamar um alargamento da permissão para a interrupção da gravidez em casos como estes até, pelo menos, às 24 semanas.

Só em 2015, foram denunciados junto da polícia, cerca de 20 mil casos de violação sexual de menores na Índia.

PUB

Octogenária gravemente ferida num atropelamento em Vila Verde

Uma octogenária foi, atropelada em Vila Verde, encontrando-se gravemente ferida, no Serviço de Urgência do Hospital de Braga.

índice.jpg

 

A vítima, de 81 anos, seguia pela Avenida do Cávado, na Estrada Nacional 101, na área da freguesia de Soutelo, concelho de Vila Verde, quando foi colhida por um automóvel que a projetou alguns metros pelo ar, dada a violência do choque.

A octogenária foi assistida e transportada para o hospital pelos Bombeiros Voluntários de Vila Verde. A GNR de Vila Verde regularizou o trânsito, tendo tomado conta da ocorrência.

PUB

Concerto solidário ajuda a pagar tratamento de criança com deficiência

O Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo, vai receber, esta quarta-feira às 21.30 horas, um concerto solidário para ajudar a pagar os tratamentos de David, um menino com cinco anos, que ficou afetado a nível motor e cognitivo por crises de epilepsia.

image (1).jpg

 

As crises epiléticas que sofreu nos primeiros anos de vida estabilizaram, mas a criança, filho de um casal de Carvoeiro, naquele concelho, ficou com mazelas que está agora a tratar, através de terapêuticas demasiado dispendiosas para a família.

Segundo contou ao JN, Pedro Queirós, elemento de um grupo de amigos que se uniu para organizar o espetáculo solidário, "o David está a fazer tratamentos numa clínica da Maia, de segunda-feira a sábado, que custam 60 euros por dia". Revela que o pai "está a trabalhar em França, para onde emigrou para poder pagar os tratamentos, mas mesmo assim é insuficiente".

A mãe criou no Facebook a página "Vamos ajudar o David", através da qual têm chegado donativos da comunidade. O concerto solidário contará com a presença da cantora Micaela Abreu, participante do "Got Talent" em 2016. O custo da entrada é cinco euros

PUB

Pelo menos uma vítima mortal em queda de carro ao Rio Cávado

Há pelo menos uma vítima mortal, o condutor, do carro que caiu ao Rio Caldo, ao princípio da noite desta quarta-feira, na freguesia de Ventosa, em Vieira do Minho, como apurou o JN no local.

image.jpg

 

Silvestre Paglia, a única testemunha ocular da queda na Albufeira da Caniçada, junto às Pontes de Rio Caldo, que dividem os concelhos de Vieira do Minho e Terras do Bouro, afirmou ao JN que "o carro vinha em excesso de velocidade e nem sequer travou, caiu de imediato ao rio".

No local, e de acordo com o Centro Distrital de Operações de Socorro de Braga, estão 33 operacionais, apoiados por 14 veículos, entre os quais dois barcos.

Nos trabalhos de socorro, estão envolvidas corporações de bombeiros de Vieira do Minho, Taipas, Famalicão e Barcelos

PUB

Furacão Irma deixa Barbuda totalmente devastada e parte de Saint-Martin destruída

O furacão Irma atingiu as Caraíbas, deixando a ilha de Barbuda "totalmente devastada" e 95% da parte francesa de Saint-Martin, nas Antilhas Pequenas, destruída, segundo informações oficiais divulgadas na noite de quarta-feira.

índice.jpg

 

A pequena ilha de Barbuda, nas Caraíbas, foi "totalmente devastada" pela passagem do Irma, que causou a morte de uma pessoa, segundo o primeiro-ministro de Antígua e Barbuda, Gaston Browne.

"Por enquanto temos apenas registo de uma morte", disse Browne. No entanto, o furacão de categoria 5 causou a destruição da ilha que tem 1.600 habitantes, que agora "não é mais que um monte de destroços".

Também nas Caraíbas, a parte francesa da ilha franco-holandesa Saint-Martin ficou "95% destruída" com a passagem do Irma, disse na quarta-feira à noite o presidente do conselho territorial local, Daniel Gibbs.

"É uma catástrofe enorme. 95% da ilha está destruída. Estou em choque. É uma loucura", declarou ao telefone com a Rádio Caraíbas Internacional.

O prefeito do departamento de Guadeloupe, Eric Maire, já tinha informado que há registo de pelo menos seis mortos em Saint-Martin.

PUB