Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mais Atual

WTCC/Vila Real Tiago Monteiro no pódio e líder no campeonato

Numa tarde brilhante Tiago Monteiro chega ao terceiro lugar do pódio depois de manha ter um problema no amortecedor e levar a  terceira fila da grelha, mesmo assim chega a segunda posição na corrida. Na última arranca muito bem e garante o terceiro lugar da geral que lhe dá a liderança no campeonato image.jpeg

 


Classificação

1º Norbert Michelisz (Honda Civic WTCC) 13 voltas

2º Thed Björk (Volvo S60 WTCC) a 0,480s

3º Tiago Monteiro (Honda Civic WTCC) a 2,200s

4º Nicky Catsburg (Volvo S60 WTCC) a 4,457s

5º Rob Huff (Citroën C-Elysée WTCC) a 4,587s

6º Tom Chilton (Citroën C-Elysée WTCC) a 8,834s

7º Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée WTCC) a 20,846s

8º Esteban Guerrieri (Chevrolet Cruze TC1) a 23,834s 9º Néstor Girolami (Volvo S60 WTCC) a 24,864s

10º John Filippi (Citroën C-Elysée WTCC) a 25,384s

PUB

Astrónomos acreditam que há mais um planeta no Sistema Solar

Um grupo de investigadoras notou um movimentos estranhos numa região para lá de Plutão.

naom_5889cf51addeb.jpg

 

Ainda se discute a possibilidade de existir um nono planeta no Sistema Solar (depois da despromoção de Plutão para planeta-anão) e há astrónomos que já estão a apontar para a possibilidade de um décimo.

Conta o Science Alert que duas investigadoras da Universidade do Arizona notaram estranhos movimentos na zona para lá de Plutão na orla do Sistema Solar, a Cintura de Kuiper. A dúvida está se este objeto é influenciado pela gravidade dos outros planetas do Sistema Solar ou se, por outro lado, é este corpo celeste que está a influenciar os objetos presentes nesta região.

Quanto ao nono planeta, a comunidade científica ainda debate a possibilidade se pode ou não existir realmente. A equipa do Instituto de Tecnologia da Califórnia que publicou a sua descoberta no ano passado acredita que este planeta tem dez vezes a massa da Terra e que se situa muito para lá de Plutão.

Por outro lado, há quem diga que não é possível que existam planetas destas dimensões no Sistema Solar, uma vez que emitiria um brilho tão grande que impossibilitaria que continuasse ‘escondido’ até hoje.

PUB